dez 112012
 

Crítica sobre ‘Begotten’ por Cineplayers

“A primeira impressão que temos ao depararmos com as imagens desse filme, é a de que podemos classificá-lo como um terror, sem escrúpulos e um tanto quanto gratuito. Mas esse é o principal erro. Se há uma coisa que não devemos fazer é classificar “Begotten” como vulgar. “Begotten” é um filme no mínimo revolucionário e completamente artístico.

O filme conta com seqüências impressionantes e chocantes. A cena mais marcante e mais conhecida são os quinze minutos iniciais, horrendo e estranhamente calmo. Sem uma trilha sonora musical, a maior parte do início se desenrola com sons perturbadores. A carne sendo cortada, os gemidos de quem se corta e o exaustivo som do ponteiro de um enorme relógio preso na parede. Os gemidos são caracterizados por sons de um sofrimento contido…

O filme começa numa casa abandonada em um lugar distante onde um homem mascarado segura uma navalha e vomita sangue. É bastante chocante e impressionante, pois tudo ocorre tão naturalmente que sua naturalidade choca. Esse homem de aparência indescritível – o efeito de contraste ajuda a realçar o medo e dor nos olhares e gera pânico com uma velocidade torturante. Nisso, escorre por suas pernas uma massa estranha, que lembra terra. Agora morto, surge uma mulher. Ela masturba o cadáver até a ejaculação, tomando o sêmem com as mãos e levando-o à vulva, engravidando então. Tudo se segue em um ritmo lento e natural.O parto acontece e o filho nasce inquieto, convulsionando. Não demora e um grupo misterioso de homens vestidos com mantos pesados e escuros aparece e estupra a mãe…

Dela nascem rios e águas, enquanto seu filho é esmagado e plantado na terra.
Não se pode ignorar o fato de o filme ser muita estética e reflexão, ou seja, não adianta ler o filme sem vê-lo…”

Ele não foi feito para o público, o público foi feito para ele e isso não nos é jogado na cara. Não procura ser orgulhoso muito menos jogar ao mundo uma idéia, do tipo que precisa ser alcançada e isso o filme faz filosoficamente, o que, não excluidamente, poderia gerar discussões sobre o tema, sobre a vida e sobre o, hoje em debate, renascimento.
Contudo, o filme foi feito com um orçamento familiar de 20.000 dólares. Seu conhecimento, expansão foi dada devido a alguns fatores, como o selo World Arts tê-lo lançado em DVD e um dos clipes do músico Marilyn Manson ser inspirado nesse – mais especificamente, o vídeo clipe “Antichrist Superstar”…*

Sinopse:
Begotten certamente é um filme diferente, inusitado e perturbador. Deus está abandonado sozinho, e se mata estripando-se com uma navalha. A Mãe-Natureza emerge de sua morte, e com o sêmem do moribundo Deus fertiliza-se, dando origem à Humanidade, uma criança doente e fraca, que em toda sua existência é surrada e torturada por zumbis sem face.

Torrent+Legenda: Begotten.1991

Ficha Técnica:
Nota IMDb: 6.2
Direção: E. Elias Merhige
Gênero: Terror / Fantasia
Origem: EUA
Idioma: Mudo
Duração: 78 min.
Elenco: Brian Salzberg, Donna Dempsey, Stephen Charles


TRAILER:


ASSISTIR ON LINE:

https://www.youtube.com/watch?v=TCegnCnCsjE

162
Begotten.1991
Begotten.1991
Begotten.1991.zip
58.2 KB
162 Downloads
Details

  17 Comentários para “Begotten – 1990”

  1. Fanzinho, a humildade faz o homem! Gostei da atitude!

     
  2. A fim de manter a integridade do conteúdo de nossos comentários acerca dos filmes avaliados em nosso site, pedimos que seja inserido no texto acima o devido crédito, publicado originalmente em http://www.cineplayers.com/comentario.php?id=26733 por Pedro Ruback, em 22/11/2010, e transcrito nesta postagem quase que integralmente.

     
    • Feito!

      Peço desculpas, foi lapso meu mesmo…

      Adoro o site de vocês e esqueci de mencionar!

      =D

       
    • Nós, da Equipe Cineplayers, agradecemos o reconhecimento e a rapidez na modificação do texto para atender nossa solicitação à inserção dos créditos no mesmo.
      Sua visita ao CinePlayers será sempre recebida com grande prazer por toda nossa equipe.

       
  3. OLha adoro filmes bizzaros, únicos e diferentes mas esse não consigo gostar…
    Acho chato e sem noçao, nao considero obra de arte e nda do tipo.
    Gostei da intro do Fanzinho, pela visão dele o filme se torna até interessante, o que nao achei assistindo…
    mas super post, valeu!

     
  4. Filme lindo!!!

     
  5. É um filme de arte, interessante, que ora incomoda e ora nos cansa… Também achei difícil de ver e tenho a impressão que geralmente estes filmes de arte testam um pouco a paciência da gente. Algumas cenas são realmente muito líricas mas eu acho que sou contemporâneo demais no meu gosto por filmes, e prefiro aqueles cujo roteiro e dinâmica não se arrastem tanto. Quando vi esse me lembrei bastante de Antichrist do Lars Von Trier… Senti que esse último recebeu alguma influência do Begotten.

     
  6. Dificil, pertubador e poético pra mim é o filme mais bizarro que vi

     
  7. Já está baixado aqui. Fiquei on até agora pra espelhar mas vou precisar sair… Hoje vou de Eraserhead e de Begotten. Só clássicos!!!

     
  8. “GROTESK”!!!

     
  9. kkkkkkkkk mas diga aí Luiz Ricardi se essa sinopse não é poesia pura? kkkkkkk surreal !

     
  10. Filme lindo! Uma obra de arte. Vou até assistir novamente :)

    Nick Schmerz

     
  11. Porra, fiquei curiosíssimo, mas não vou ter coragem de encarar…

     
  12. Eis o Fanzinho o “poeta do terror” kkkkkkk….

     
  13. Pelo comentário de Fanzinho e pela sinopse, esse filme deve ser, no mínimo, poético. Baixando desde agora!

     
  14. obrigado por postarem esse filme ansioso para ver

    Lima

     
error: Content is protected !!