jun 052015
 

Nos programas de Torrent, Tracker é o lugar onde as pessoas se encontram e onde os arquivos passam por uma verificação.

Neste post você vai conhecer a o ‘sistema nervoso central dos torrents‘: os ‘trackers‘, que é um sistema de compartilhamento de arquivos no qual um usuário envia o(s) arquivo(s) que tem e outro usuário baixa esse(s) mesmo(s) arquivo(s). Leia com atenção e faça melhor uso desta ferramenta,  pois existe a possibilidade de desfazer, se acaso não suprir as suas necessidades, portanto, sem nenhum receio.

Quem são os tracker?
Basicamente, é um sistema de compartilhamento direto entre os usuários, em um sistema de busca de compartilhamento justo, ou seja, que se baixe a mesma quantia que se envia.

Os Trackers fazem a comunicação entre os peers, mas a comunicação entre estes dois (ou mais) computadores precisa ser mediada por um servidor. O servidor se chama tracker. Eles não armazenam nenhum dos arquivos compartilhados via torrent, no entanto servidores têm a função de conectar os usuários para que estes possam executar seus papéis de seeder ou leecher.

Porém esta conexão (peer1 – tracker – peer2) é temporária, uma vez que cada vez que um download é iniciado, a conexão passa a ser direta, ou seja, peer to peer (peer 2 peer, logo, P2P).

Os “trackers” apenas coordenam a comunicação entre dois “peers

Não se deve confundir tracker com indexer. Os indexers de torrent funcionam como listas de arquivos e não como servidores. Ainda que indiquem o caminho entre o peer1 até o peer2, as listas não executam a função de servidor (tracker), que é facilitar a comunicação entre os seeders e os leechers.

Estes servidores também estão disponíveis para consulta de listas, caso seja do interesse do usuário consultá-las no próprio site do servidor. É importante entender que uma lista não faz do tracker um indexer para que deixe de ser um tracker. Ainda sobrem servidores, existem aqueles que exigem que o usuário que em um primeiro momento foi um leecher, seja seeder também.

Então os rastreadores Torrent são links nos quais você pode encontrar ‘seeds‘ fazendo o mesmo download que você e nem sempre dependente do nome do arquivo e sim de suas partes..

Exemplo: você está baixando um arquivo com nome: ‘ARQUIVO-X‘. Se em um, ou em vários desses links rastreadores, alguém esteja baixando ‘ARQUIVO-X‘, esse download vai ser compartilhado com você mesmo assim, tornando o seu download mais rápido.

Nem todos usuários utilizam esta ferramenta – por qualquer razão, até mesmo por receio-, e outros desconhecem.

Os “trackers” ajudam a localizar partes em outros locais.

Vamos tentar exemplificar como aproveitar estes “rastreadores, pois neles vamos encontrar peers ou seeds, através de seus ‘indexers‘.

O mais conhecido de todos, o ‘Google do Torrents‘ é o Torrentz.eu. Ele é o ‘indexador dos indexadores‘ e uma lista deles, com os ‘enxames‘ de partes e etc. A lista é sempre atualizada e tem os números reais de torrents ativos.

No link https://torrentz.eu é onde buscamos os arquivos e no https://torrentz.eu/help#indexed estão os indexadores. Maioria deles tem visualização fácil dos trackers, outros nem tanto.

O objetivo desta dica é aumentar a probabilidade de mais seeders e mais peers no seu arquivo compartilhado (download).
[clique nas imagens se quer ver maior]


tracker-model02Onde encontro os tracker ou rastreadores? 

Antes de procurar um tracker, você precisar ter em mente o arquivo que você procura e onde poderia localizar seus pares mais adequados para seu objetivo. Observe o nome do release (arquivo), volume (tamanho em bites) e a quantidade de downloads. Esta opção ajuda bem mais quando existe um arquivo ‘se arrastando’ para completar.

Vamos usar um exemplo muito simples, com um filme bem popular:
1. O portal selecionado no exemplo é o KickAss, embora existem diversos outros bem melhores.
2. Nele, procuramos um filme (pelo nome original) e digitamos ‘Poltergeist 2015’.

  • Entre diversos que existiam, selecionamos dois arquivos com semelhantes tamanhos de volume e com diferentes seeds e leechers.
  • Ambos haviam bons downloads, portanto, possivelmente vamos encontrar as ‘partes’ do nosso arquivo, mais facilmente.

3. Clicamos em cada um dos links e fomos na “aba” TECHNICAL, onde estão apontados os links.
4. Clicamos em REFRESH para atualizar, em cada um adeles e tivemos estes dois resultados:


tracker-model01b

STATUS, SEEDERS, LEECHERS e DOWNLOAD Imagem 1 – Release: Poltergeist 2015 CAM XVID-EVE

1. Verificar cada um dos links acima e observar:

STATUS, SEEDERS, LEECHERS e DOWNLOAD

Imagem 1
NESTE EXEMPLO, a média está em torno de:

6 links ativos
seeders: 884
leechers: 489
Bom número de downloads

Release: Poltergeist 2015 CAM XVID-EVE


2. Depois de verificar cada um deles e observando: STATUS, SEEDERS, LEECHERS e DOWNLOAD, escolhemos para download aquele que houverem mais links ativos.

tracker-model01a

STATUS, SEEDERS, LEECHERS e DOWNLOAD – Imagem 2:  Release: Poltergeist (2015) CAM X264 NEW AUDIO MURD3R

Imagem 2
NESTE OUTRO EXEMPLO, a média está em torno de: 

5 links ativos
seeders: 613
leechers: 321
Bom número de downloads

Release: Poltergeist (2015) CAM X264 NEW AUDIO MURD3R

Será deste segundo link de torrent que vamos selecionar (e copiar) os rastreadores (trackers)


Agora é o momento de atenção:


tracker-insert2No release: Poltergeist (2015) CAM X264 NEW AUDIO MURD3R
Siga os passos a seguir:

  1. Clique no links dos trackers, logo abaixo da lista
  2. Com o cursor no espaço dos links, selecione todos
  3. Copie todos os links (ctrl+a – ctrl+c)
  4. Ele serão incluídos na lista do torrent que está trabalhando. (próximo passo)

IMPORTANTÍSSIMO:
– Você PRECISA deixar UMA LINHA EM BRANCO para cada link

– Você NÃO DEVE APAGAR os links originais
– APÓS INCLUIR os links você PRECISA CLICAR EM OK


tracker-insert1Como adicionar rastreadores?

1. Inicie ou localize o download do arquivo desejado (a partir de um .torrent que em nosso exemplo foi o Release: Poltergeist 2015 CAM XVID-EVE). Voltamos na página do KickAss e no segundo link, do Release: Poltergeist (2015) CAM X264 NEW AUDIO MURD3R, copiamos os links.

2. Clique com o botão direito do mouse (se usar windows) no download que foi iniciado e depois clique em propriedades. Nesta caixa de diálogo, vai exibir os links já adicionados ou de origem e é neste local onde adicionamos os todos os tracker-links.


tracker-model01d3. Ao terminar de adicionar os links, depois da última linha, clique em ‘OK’.  Aguarde alguns instantes para ver resultados na velocidade.

OBSERVAÇÕES:
¹. Antes de atualizar, veja o número no marcador “sementes/pares” e compare com os novos rastreadores. Neste exemplo, conseguimos mais de 700 ‘pares’ (seeds + peers) novos

²: Super importante: sempre deixe um espaço de uma linha entre um link e outro e não apague os originais. Digamos que por distração o faça, o que acontece? Deixar uma linha abaixo da outra o link não funciona e se apagar os originais perderá pares que já existiam. Mas não se apavore, leia o último enunciado.


tracker-addtorComo desfazer esta ação (undo)?

Para “voltar tudo ao normal”, você vai atualizar o mesmo torrent que usou para aquele arquivo (no nosso exemplo foi o o Release: Poltergeist 2015 CAM XVID-EVE). E ao carregar, no programa Torrent aparece uma janela ‘pop-up’ que ‘avisa’ que já existe aquele download e ‘pergunta’ se quer usar aqueles rastreadores. Confirme ‘sim’ e volta ao estado de origem.

 


Textos compilados e re-editados, fonte: wikipedia.org / tecmundo.com.br /

error: Content is protected !!